fbpx

Importância da autoconfiança

autoconfianca

A autoconfiança é essencial em nosso dia a dia, já que proporciona inúmeros benefícios em todas as áreas da nossa vida, tanto na vida pessoal quanto na profissional. Pessoas autoconfiantes normalmente são admiradas, determinadas e não têm medo de assumir desafios.

Portanto, cultivar este aspecto da personalidade é fundamental para viver com mais satisfação e com menos inseguranças. No entanto, ainda há quem desacredite no poder da autoconfiança e na sua própria habilidade de adquiri-la. 

Continue a leitura e saiba mais sobre este assunto!

O que é autoconfiança?

Em linhas gerais, a autoconfiança é a capacidade que temos de “confiar” em nós mesmos diante de atividades que requerem nossas atitudes de maneira ativa para funcionar. Ou seja, é quando acreditamos que somos capazes de cumprir com determinada tarefa ou exigência.

Posto que, quando acreditamos que somos capazes de fazer algo, começamos a imaginar como teremos sucesso, e assumimos uma postura positiva diante dos desafios. A autoconfiança funciona como um motivador para o comportamento. Se eu acredito que consigo, então vou lá e tento. 

Já no caso contrário, quando não acreditamos, além de mergulharmos em pensamentos depreciativos e inseguranças, nosso corpo se prepara para o ataque, liberando cortisol, e começamos a interpretar que estamos em perigo, o que naturalmente prejudica o nosso raciocínio e pode contribuir para que cometamos erros.

A importância da autoconfiança

A importância da autoconfiança está intimamente relacionada com a nossa capacidade de aceitar novas oportunidades e desafios por sentirmos que temos o suporte adequado para ir adiante. Sem autoconfiança negamos um novo emprego, um pedido de namoro e outras oportunidades que podem  surgir ao longo da vida. 

A autoconfiança é capaz de melhorar a nossa autoestima e fazer com que percebamos o quanto somos capazes e bons em determinadas coisas que nos propomos fazer. Sem esta convicção estaremos sempre com receio de tomar decisões; a dependência emocional pode aparecer e a inteligência emocional fica abalada. A falta de confiança em si enaltece o medo, deixando que esta emoção domine a sua vida e lhe impeça de tomar decisões importantes.

Como desenvolver a autoconfiança?

Após saber a importância da autoconfiança, é preciso pensarmos em estratégias para fortalecê-la dia após dia. Veja quais são:

  1. Saiba reconhecer suas qualidades – Muitas vezes ficamos presos às nossas limitações e defeitos e esquecemos que possuímos muitas qualidades e coisas boas. Faça uma lista de tudo que considera positivo em você mesmo e todas as coisas que já conquistou na vida. Leia em voz alta toda vez que se sentir inferior.
  2. Saia da zona de conforto – Só é possível ser mais confiante quando deixamos de lado os nossos medos e buscamos  o que queremos atingir. Para alcançar confiança rapidamente, coloque-se em situações que lhe tragam medo ou insegurança, mas que os resultados serão positivos. Tente coisas que sempre teve vontade de fazer, mas nunca teve coragem ou oportunidade.
  3. Não espere tanto dos outros – Um passo importante que devemos tomar é o de analisarmos as situações mais friamente e agirmos de acordo com nossas concepções. Porém, isso não significa excluir os pensamentos e opiniões do grupo, mas sim, significa dar importância ao que você também considera sobre determinado ponto.

Assim, você deve começar a tomar suas decisões pessoais com mais assertividade, e não apenas considerando o que os outros estão apontando para você fazer. Exemplo: Escolher o que vestir, onde jantar, que trabalho seguir, que curso fazer na faculdade, e assim por diante.

  1. Entenda os seus limites – É preciso que você também conheça os seus limites e entenda onde você pode chegar. Assim você evita aceitar tudo dos outros e sabe onde se sente mais à vontade para agir. Ao mesmo tempo, poderá focar no aperfeiçoamento de habilidades que antes estavam sendo negligenciadas, para assim elevar ainda mais a sua autoestima intelectual, por exemplo.
  2. Pratique o autoconhecimento – A importância da autoconfiança está intimamente relacionada com a prática do autoconhecimento. Afinal, quanto mais informações você tiver sobre quem você realmente é, o que gosta de fazer e quais são as suas habilidades, poderá agir em meios que geram mais confiança para si.

Por exemplo, quando você conhece a sua verdadeira habilidade profissional, poderá focar neste tipo de trabalho e, consequentemente, sentirá muito mais confiança no seu dia a dia. Pratique o autoconhecimento e desenvolva a sua autoconfiança!

banner_plataforma_egolife

Autocuidado: por que nos colocamos em último plano?

autocuidado

Ter autocuidado, ou seja, cuidar de nós mesmos é mais do que importante: é necessário. Fazer isso nem sempre é fácil, já que por muitas vezes a correria do dia a dia interfere diretamente no nosso tempo. Afinal, sempre tentamos nos desdobrar para dar conta de tudo e mais um pouco.

Ainda que essas questões estejam presentes na nossa rotina, é preciso lembrar que  você é a pessoa mais importante da sua vida. Primeiro vem a gente e, depois que ficamos bem, podemos cuidar dos outros. Se não estivermos nos cuidando, como vamos trabalhar, nos preocupar com o próximo, amar e fazer todo resto?

Quando você pratica e prioriza o autocuidado, começa a entender melhor quem você é, o que quer e como pode fazer para melhorar o que é necessário em sua vida. Por isso, hoje vamos falar sobre esse assunto!

O que é autocuidado

O termo autocuidado é a junção de “auto”, que exprime a noção de si, e “cuidado”, que significa a demonstração de atenção. Assim, o autocuidado nada mais é do que atitudes que te levam a cuidar de si envolvendo as várias esferas que compõem a existência humana. Saúde, família, vida profissional, vida amorosa, espiritualidade e vida social são algumas delas.

A partir do momento em que você cria hábitos rotineiros de autocuidado, contribui para uma melhora da sua saúde física, espiritual e psíquica. Com isso, surge outro fato que poucas pessoas conhecem: há diferentes tipos de autocuidado. A seguir, confira alguns dos principais e os benefícios de cada um deles.

Tipos de autocuidado

É importante lembrar que autocuidado não é somente cuidar da pele ou dos cabelos, apesar desses pontos também fazerem parte. Os cuidados vão além e, para saber mais sobre o tema, vamos identificar cada um dos tipos para agir com o objetivo de melhorar nossa vida.

Físico: o corpo não trabalha sozinho, ele funciona em parceria com nossa mente. Então, uma forma de cuidar desse aspecto é fazendo atividades físicas, de acordo com suas possibilidades. Para complementar, manter uma alimentação equilibrada também contribui muito para essa relação. Mas lembre-se: cuidar do seu corpo não é acabar com celulites, pelos ou estrias. O mais importante é ele se manter saudável e consciente.

Social: cuidar de si parece um processo um tanto quanto solitário. E de certa forma é, já que são ações que devemos tomar para benefício próprio. Mas manter laços com pessoas que nos apoiam, praticar a empatia e a compaixão também ajudam no nosso equilíbrio.

Mental: a sua mente merece ser muito bem cuidada e estimulada. Por isso, incluir hobbies na sua rotina, como ler bons livros, pintar, desenhar, bordar, assistir a filmes, cozinhar e etc, fazem com que ela trabalhe de forma saudável.

Emocional: para cuidar desse ponto, um grande fio condutor é o autoconhecimento. Se conhecer mais nos permite enxergar com mais clareza pontos da nossa vida, do comportamento e, assim, identificar possíveis gatilhos que não fazem bem. 

Hábitos de autocuidado

O autocuidado é praticado por meio de hábitos saudáveis que elevam o bem-estar emocional e, consequentemente, melhoram o humor e a disposição.

Olhar para si com atenção, afeto e cuidado é o primeiro passo para iniciar a jornada do autocuidado. Não existe uma receita pronta, pois cada uma tem suas necessidades, rotina e hábitos. Mas existem atitudes que são extremamente positivas e podem ser facilmente adaptadas para a sua realidade.

Pequenas ações podem ter grandes resultados na sua autoestima, no trabalho e em vários outros campos da sua vida. Então, reserve um momento do seu dia e se cerque de coisas boas e que te façam bem de forma genuína. Conecte-se com seu eu de uma forma amigável, amorosa e generosa.

Por fim, entenda o autocuidado como algo essencial para a sua vida. Não se sinta egoísta por reservar um tempo para cuidar de si. Não encare os rituais como uma obrigação e nem se sinta pressionada a fazer nada de uma determinada forma. 

Caso tenha dificuldades mais complexas em relação a sua vida pessoal e profissional, procure um especialista e faça o tratamento adequado. Não deixe sua saúde física, psíquica e emocional de lado. Você pode agendar uma consulta online através do nosso site. 

Conte conosco!

banner_plataforma_egolife