fbpx

Guia Dor de Cabeça

Dores de cabeça são todas iguais?!?

Geralmente não! O corpo humano costuma das dicas do tipo de dor que se trata! Essas características não são obrigatórias, mas muitas vezes auxiliam a entender o que está acontecendo!

Um dos tipos de dor que gera mais polêmica é a sinusite. A Sinusite é uma infecção aguda ou crônica dos seios da face (umas pequenas bolinhas de ar que ficam nos ossos do crânio). Geralmente é possível sentir latejar dos lados do nariz e entre as sobrancelhas, esses locais também costumam ficar doloridos quando apertados.

Nesses casos também é importante observar se existem sintomas de infecção de vias aéreas (tosse seca, nariz escorrendo ou entupido). É muito raro ter apenas dor relacionada a sinusite e não ter esses sintomas da inflamação e infecção.

A Cefaleia Tensional é mais comum do que se imagina, relacionada ao cansaço, estresse e tensão muscular. Nesses casos geralmente os sintomas são dor em peso, aperto ou queimação nas temporas ou como uma faixa envolvendo a cabeça.

Já a Cefaleia em Salvas é uma das mais insuportáveis. A dor aparece ao redor de um dos olhos, como uma agulhadas muito fortes. Esse mesmo olho por ficar vermelho, lacrimejando, caído e a narina do mesmo lado ficar entupida ou escorrendo durante a dor. Uma característica marcante dessa dor é que melhora com inalação com Oxigênio! A cefaleia em salvas pode estar diretamente relacionada com o ciclo circadiano, já que a regulação do relógio biológico situa-se no hipotálamo.

E a Enxaqueca? Ela costuma doer predominantemente de um lado, é latejante, piora quando a pessoa se movimenta, pode ter incômodo com luz, barulho ou cheiro e é frequente apresentar náuseas ou vômitos. Algumas pessoas apresentam alterações visuais antes ou no começo da dor, como brilhos ou turvação. Essas luzes são chamadas de Aura da Enxaqueca.

Você é uma daquelas pessoas que, frequentemente, sofrem com dores de cabeça? As causas desse incômodo podem ser as mais diversas possíveis e a Osteopatia oferece tratamentos para a maioria delas, incluindo as relacionadas a problemas da coluna cervical, as de origem tensional e as que tenham componentes originários de congestão venosa, obtendo respostas positivas, rápidas e eficazes.

Para ter ideia da dimensão deste sintoma, dados da SBCE (Sociedade Brasileira de Cefaleia) apontam que entre 100 pessoas atendidas por médicos no Brasil, 20 são por conta de queixas relacionadas às dores de cabeça. Esses números evidenciam o quanto a cefaleia pode alterar o dia a dia de quem passa por este problema. Além disso, não é possível traçar um perfil específico dos que mais são atingidos por essas dores, já que elas nem sempre têm relação direta com os hábitos de cada um. (fonte: cbosteopatia)

Consulte nosso serviço de Osteopatia!

linktr.ee/egolife

Qual a importância da arteterapia para crianças?

arteterapia

A primeira coisa que devemos fazer é definir seu conceito antes de começar a falar de arteterapia para crianças. Trata-se de uma tendência criativa muito benéfica para todas as idades. Mas, se aplicada na infância, pode potencializar as capacidades intelectuais das crianças.

  • Arte. Refere-se a tudo aquilo que o ser humano faz para se recriar de maneira estética. Em relação a algum aspecto que o rodeia ou alguma emoção ou sentimento para o qual são utilizados vários instrumentos. Como, por exemplo: a pintura, a música, a dança, etc.
  • Terapia. Consiste em colocar em prática um conjunto de ações ou ideias para a superação de um problema físico ou mental.

Por meio da arteterapia, pode-se criar expressões do mundo interior. Ainda, aprende-se a se expressar e o mais importante é sua contribuição para resolver os problemas emocionais e psicológicos. É importante saber que a técnica pode ser aplicada em crianças, adolescentes e adultos.

Por que estas duas palavras se unem?

O principal aspecto é porque estas duas palavras juntas criam um ambiente mais poderoso. Como se sabe, a arte é uma forma de desintoxicar o corpo humano. É uma excelente forma de fazer catarse.

Por meio da arteterapia procura-se liberar assertivamente as emoções, entreter a mente e alegrar o espírito.

Como pais e por nos encontrarmos em pleno desenvolvimento da educação das crianças, devemos ter cuidado na hora de compartilhar com elas toda a nossa paz e bem-estar. Sempre devemos ter em mente a importância de orientar nossos filhos de forma saudável.

Sempre que for trabalhar com estes exercícios de arteterapia para crianças é importante contar com uma pessoa responsável para que guie o processo e ajude, se for necessário. Porém, é preciso saber aproveitar, já que existem muitas possibilidades dentro destas atividades criativas.

Benefícios dos exercícios de arteterapia para as crianças

  1. Diversão.
  2. Desenvolvimento da inteligência.
  3. Bem-estar emocional.
  4. Aumento da criatividade e da capacidade de inventar.

A arte não é o que você vê, mas, sim, o que faz os outros verem.

– Edgar Degas-

Diz-se que os exercícios de arteterapia para crianças desempenham uma função específica. O importante é poder determinar como pode ser a sua aplicação em pessoas ou grupos. Porém, fazendo um bom acompanhamento e dando um foco melhor à arteterapia, pode-se aplicar estas atividades para desenvolver habilidades e canalizar certas emoções.

Gostou? Então traga os seus filhos e conheçam o trabalho de arteterapia com a professora Carmen Lúcia Dalano, saiba mais e agende a sua visita no (11) 518-5024.

Fonte: https://soumamae.com.br/12-exercicios-de-arteterapia-para-criancas/

banner_plataforma_egolife